quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

A lição do silêncio


Sobre aquelas histórias que circulam nas redes, ouça esta:

Um fazendeiro descobriu que tinha perdido o relógio muito valioso e de grande valor sentimental no celeiro. Após extensa procura em vão, ele recorreu à ajuda de um grupo de crianças e prometeu uma valiosa recompensa para quem encontrasse o seu relógio.
Quando o fazendeiro estava prestes a desistir, um menino lhe pediu uma chance para tentar, já que todos os outros não conseguiram.
Por que não? Seria uma tentativa a mais. Então, o fazendeiro autorizou o menino a entrar no celeiro. Depois de um tempo, o menino saiu com o relógio em sua mão! Todos ficaram espantados.
Então o fazendeiro perguntou: "Como conseguiu encontrar?".
O menino respondeu: "Eu não fiz nada a não ser ficar sentado no chão. No silêncio, eu escutei o tique-taque do relógio e apenas olhei para a direção certa".
Uma mente em paz pode pensar melhor do que uma mente confusa. Dê alguns minutos de silêncio à sua mente todos os dias, pois assim você ouvirá a voz de Deus que te conduzirá na direção certa e lhe ajudará a definir a sua vida! Que nós possamos silenciar, porque só no silêncio, podemos ouvir a voz de Deus.
“Jesus retirou-se novamente sozinho para o monte” - João 6.15. Percebeu o “retirou-se novamente”? Jesus valorizava o silêncio para ouvir o Pai.

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Todas as estações


Sabe aquelas histórias que circulam nas redes? Ouça uma:

Um homem tinha quatro filhos. Desejando que aprendessem a não julgar precipitadamente, mandou cada um em busca de um pé-de-pera, em outra cidade, em meses diferentes.
O primeiro visitou a árvore no inverno. O segundo, na primavera. O terceiro, no verão. E o mais novo no outono.
Assim que visitaram a árvore, ele ouviu sobre o que viram. O primeiro disse: a árvore é feia, torta e retorcida. O segundo: é toda coberta de verde, brotos e de promessas. O terceiro discordou: carregada com flores que cheiravam tão doce e tão bonitas e era a coisa mais graciosa que jamais tinha visto. O último discordou de todos: é coberta de deliciosos frutos.
O homem então explicou-lhes que todos estavam certos. Mas havia um detalhe: viram apenas uma estação da vida da árvore.
Não se pode julgar algo ou alguém apenas por uma temporada. A essência de tudo apenas pode ser medida ao final, quando tudo for percorrido. Se você desistir no inverno, perderá a promessa da primavera, o seu cumprimento no verão e a beleza das folhas em queda do outono.

Não deixe que a dor de uma estação destrua a alegria de todo o resto. Não julgue a vida apenas pela estação difícil. Persevere através dos caminhos difíceis e certamente melhores tempos virão.