terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 31

Eu sou o Ômega

“Eu sou o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso” - Apocalipse 1. 8.

Assim como Alfa é a primeira letra do alfabeto grego, Ômega é a última letra. Por isso, a ideia, princípio e fim, primeiro e derradeiro. A apresentação das duas letras identificando Jesus sinaliza a ideia de eternidade e soberania. Isso significa que Ele é antes de todas as coisas e dirige toda a história da humanidade.

Ele estava lá antes de você existir e estará lá no final que você não conhece.

Hoje é o último dia de 2019. No primeiro dia do ano, quando você não sabia nada do que aconteceria e nem se chegaria ao dia de hoje, Jesus sabia e esteve no controle de todas as coisas.

Assim como ele é capaz de estar no primeiro e no último dia do ano, Ele foi capaz de estar no primeiro dia de sua vida e é capaz de estar no último dia também. Preste atenção: nada do que fizermos, ou bem ou mal, alterará um milímetro do plano de Deus para nossa vida.

A melhor decisão que podemos tomar é: Senhor Jesus, eu confio em Ti e sei que o Senhor dirigirá toda a minha história, do início ao fim, para sua honra e glória.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 30


Eu sou a ressurreição

Apesar da morte ser uma realidade tão presente na vida humana, sua experiência causa muito mal-estar, ou em quem experimenta a aproximação de sua ida para a eternidade ou naqueles que ficam.

O único registro na Bíblia com a declaração “Jesus chorou” faz parte de um cenário de morte, de seu amigo Lázaro, registrado no evangelho de João no capítulo onze. Todos sofreram, inclusive Jesus.

Diante daquele quadro, Jesus declarou: “Teu irmão há de ressuscitar.

Marta tinha esperança na ressurreição e argumenta: “Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último dia”.

Jesus ensina à ovelha: “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?”.

Creio que a ressurreição de Lázaro foi pedagógica, para Jesus provar o seu poder sobre a morte.

Não tem medo da morte quem crê em Jesus. Ela não tem poder sobre o Filho de Deus. Paulo a provocou: “Onde está, ó morte, o teu aguilhão?”. Ou, numa linguagem mais simples: o teu ferrão.

O inimigo mais aterrorizador que conhecemos foi vencido pelo poder daquele que vive e reina para todo sempre.

domingo, 29 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 29

Eu sou o Leão da Tribo de Judá

“Todavia, um dos anciãos me disse: Não chores; eis que o Leão da Tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos” - Apocalipse 5.5.

Em Gênesis 49, temos o registro das despedidas de Jacó com seus filhos quando cada um recebeu uma bênção.

Sobre Judá, ele profetizou: “Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho, da presa subiste, filho meu; encurva-se, e deita-se como um leão, e como um leão velho; quem o despertará? O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos” - Gênesis 49.8-10.

É da inexpressiva tribo de Judá que saiu o Rei dos reis, confirmando o poder do Senhor de fazer dos pequenos os grandes.

O leão tem a força, a agilidade, a coragem e não se intimida diante dos adversários. Seu rugido amedronta. Domina o seu território e está sempre vigilante, como um líder atento ao comando.

Ao sentir-se amedrontado diante dos inimigos, clame pelo Leão da Tribo de Judá, Jesus Cristo, o Salvador.

sábado, 28 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 28

Eu sou o lírio dos vales

Eu sou a rosa de Sarom, o lírio dos vales. Qual o lírio entre os espinhos, tal é meu amor entre as filhas” - Cânticos 2.1,2.

Embora alguns contestem a pessoa de Jesus como lírio dos vales, essa metáfora tem seu valor.

O lírio é uma flor de cor branca e tem o formato de uma boca aberta. Há quem sugira que a cor branca sinaliza a pureza de sua vida. Jesus é a vida pura que o mundo conheceu.

A ideia da boca aberta exemplifica a permanente adoração ao Pai Eterno, prática totalmente presente na vida do Filho, que sempre agradou e adorou ao Pai.

Os lírios são perfumados e de cores brilhantes, sendo destaque quando se aproxima deles. O apóstolo Paulo diz que somos o bom perfume de Cristo. Como nosso cheiro é desagradável, só podemos ser o perfume a partir do lírio dos vales, que é Cristo.

Eles estão nos vales. Lugares que simbolizam dificuldades, batalha, dor. Todos passamos pelos vales. O poeta registrou: “Haverá paz no vale”.

Quando a vida apresentar um vale, não despreze a experiência, viva-a com intensidade. Lá, você terá a presença de Jesus. Ele é o Lírio dos Vales.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 27


Eu sou o Sol da Justiça

Mas para vós, os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, e cura trará nas suas asas; e saireis e saltareis como bezerros da estrebaria” - Malaquias 4.2.

Imagine se o Sol não brilhasse e toda a humanidade usasse todos os recursos artificiais de luminosidade. Teríamos o mesmo efeito de iluminação oferecido pelo Sol? De certo que não!

Seu poder é tão grande que, se a terra fosse totalmente plana, em sua plenitude seria iluminada. Arquelau, no V século antes de Cristo, imaginava-a plana, meio afundada no meio como um pires, impedindo que o Sol a iluminasse totalmente ao mesmo tempo.

O evangelista Mateus registrou a chegada do Sol da Justiça: “O povo, que estava assentado em trevas, viu uma grande luz; aos que estavam assentados na região e sombra da morte a luz raiou” - Mateus 4.16.

O Sol é a estrela central do Sistema Solar. O Sol tem luz própria.

Sentindo-se injustiçado e precisando de orientação, o Sol da Justiça está no centro de todas as suas decisões. Ele tem luz própria e compartilha com você parte de sua luz para que tenha conhecimento e sabedoria para viver.

Iluminação perfeita só acontecerá com Jesus, Ele é o Sol da Justiça.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 26


Eu sou o Pai da Eternidade

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” - Isaías 9.6.

O menino que nasceu não é um ser criado. Ele veio em carne, mas é o Pai Eterno. Antes que o mundo existisse, ele era. Isso significa que ele conhece você e a mim antes de existirmos. Ele nos viu ainda sem forma.

O menino, que é o Pai Eterno, como registra o comentário da Bíblia NVI, “é provedor e protetor contínuo e compassivo”. Isaías 40.11, usando de metáforas, registra seu cuidado: “Como pastor, ele cuida de seu rebanho, com o braço ajunta os cordeiros e os carrega no colo; conduz com cuidado as ovelhas que amamentam suas crias”.

Nem um segundo sequer nós ficamos sem o cuidado amoroso e terno do Pai Eterno. Ele está sempre de prontidão, nem um rapidíssimo cochilo acontece, por isso, podemos descansar, ele cuida de nós. 

Por ser o Pai Eterno, pode nos prometer a eternidade: “para que todo aquele que n’Ele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna” - João 3.16.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 25

Eu sou o Príncipe da Paz

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” - Isaías 9.6.

Como registrou o poeta,

Tudo é paz! Tudo amor! Dormem todos em redor
Em Belém Jesus nasceu, Rei da paz da terra e céu
Nosso Salvador; é Jesus Senhor

Glória a Deus! Glória a Deus! Cantam anjos lá nos céus
Boas novas de perdão, graça excelsa, salvação
Prova deste amor dá o Redentor

Rei da paz, Rei de amor, deste mundo ao Criador
Vinde todos Lhe pedir que nos venha conduzir
Deste mundo a luz é o Senhor Jesus.

O mundo desfrutava de paz, mas era a “Pax Romana”, produzida pelas armas e pelo autoritarismo. Não era através da exposição, e, sim, da imposição.

O Príncipe da Paz entra em cena com outra proposta para se alcançar a paz. E tem um preço: dar o outro lado do rosto, caminhar a segunda milha, considerar o semelhante superior a você.  

No meio de tanta turbulência, recorra ao Príncipe da Paz, ele chegou para promovê-la entre todos os homens.

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 24



Eu sou o Deus Forte

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” - Isaías 9.6.

Os reinos do mundo gabavam-se de seus governantes, quase sempre viris, musculosos e fortes. Homens talhados para as batalhas, que sempre eram vencidas pela força bélica e mobilização humana. Soldados corriam riscos de morte em lealdade aos imperadores e fidelidade aos ideais estabelecidos por eles.

O reino espiritual também tem seu líder. E ele precisa ser forte para suplantar os inimigos que se apresentam para derrotar o plano.

Sua força, entretanto, não vem das mãos ou das armas ou do contingente de soldados. 

Sua força está na entrega. Entrega sacrificial.

Seu palco de batalha é o Calvário e seu último inimigo é a cruz, escândalo e maldição para os judeus.

E Ele, trôpego, cansado, machucado, sangrando, encara o desafio e declara a vitória com o “Teteléstai”, Tudo está consumado.

Sentindo-se enfraquecido diante das lutas e dos inimigos, clame por Jesus, Ele está contigo, Ele é o Deus Forte!

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 23

Eu sou o Maravilhoso Conselheiro

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” - Isaías 9.6.

É da cultura popular o provérbio “se conselho fosse bom não seria de graça, seria vendido”. Mesmo considerando que há conselhos que nada valem, o seu valor é incomensurável. A Bíblia chega a afirmar que “na multidão de conselheiros, há sabedoria”.

Mas, ainda que pudéssemos questionar os conselhos e conselheiros humanos, o profeta Isaías divulgou, setecentos anos antes, a vinda do Maravilhoso Conselheiro.

Estando entre os homens, não foi uma vez, mas várias, que os evangelhos relatam a perplexidade das autoridades e elite da época diante da sabedoria do menino que nasceu numa manjedoura.

Diante dos fatos surpreendentes que a vida apresenta, muitas vezes, abrindo-nos o chão e fazendo desabar sobre nós a abóboda celeste, precisamos de conselheiros capazes. Jesus é este Maravilhoso Conselheiro. Recorra a Ele. Não há situação impossível para ele aconselhar.

domingo, 22 de dezembro de 2019

Pr. Elildes Junio dá resposta à Primeira Igreja Batista de Cabo Frio

Após receber o convite da Primeira Igreja Batista em Cabo Frio, para ser o seu novo líder espiritual, e passar um tempo em oração, Pr. Elildes Junio Macharete Fonseca respondeu hoje pela manhã, autorizando o pr. Roberto Carvalho a comunicar à Igreja.

Vinte e um dias após receber o comunicado da Primeira Igreja, ele disse "SIM" e será o novo pastor a partir de 2020.

Segundo o novo pastor da Primeira Igreja Batista de Cabo Frio, aguardando a posse, a data da investidura será decidida com a liderança do pr. Roberto Carvalho. Nosso blog informará em primeira mão.

Ainda pela manhã, o Pr. Elildes Junio comunicou à Primeira Igreja Batista do Bairro São João sua decisão, colocando-se à disposição da Igreja, após o período de férias em janeiro, de conduzir o processo de escolha do novo pastor.


Pr. Elildes Junio, com sua esposa Thaís, e as filhas Elisa e Luísa









Série "Quem é Jesus" - 22


Eu sou o Emanuel

“Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel” - Isaías 7.14.
O poeta registrou:

Deixou sua glória, foi por amor, foi por amor
E o seu sangue derramou, que grande amor
Naquela via dolorosa, se entregou
Eu não mereço, mas sua graça me alcançou
Eu me rendo ao seu amor, eu me rendo ao seu amor
Deus Emanuel, Estrela da Manhã, Cordeiro de Deus
Pão da vida, Príncipe da paz, Grande El Shaddai
Santo de Israel, Luz do mundo
Galileu, Jesus, Jesus.

Ele não ficou lá. Ele veio cá. Demonstrou nos amar.
Veio para sofrer, veio para morrer.
Veio para se sacrificar, veio para se entregar.
Veio por amor, sabendo que sofreria dor.

Não estamos sozinhos, temos companhia.
Ainda que fracos, débeis e doentes
Ele veio para nos acompanhar e ser o guia
É o Pai que vem aqui, é o Deus imanente.

Quando tentado for e imaginar
que desamparado está,
em seu ouvido, sua terna voz sussurrará:
“Eu estou contigo,
Em seu favor, deixei o céu,
Conte comigo,
Eu sou o Emanuel!”.

sábado, 21 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 21


Eu sou o Filho Amado

Após o batismo por João Batista no Rio Jordão, uma voz ecoou do céu, apresentando-o ao mundo: “Este é o meu Filho Amado, em quem tenho prazer” - Mateus 3.17.

É com essa apresentação que o Salvador inicia seu ministério terreno e sua primeira prova é enfrentar o provocador inimigo, depois de quarenta dias e quarenta noites em jejum.

O Filho amado não está sozinho. Ele está com o Pai. Ele tem a unção do Espírito Santo.

O Filho é amado com este amor é o mesmo que alcança todos os seres humanos em sua derrocada. Foi ele quem declarou: “Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu único filho, para que todo aquele que nele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna” - João 3.16.  
O Filho Amado também ama. E ama com amor incondicional. “Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos” - João 15.13.

É pelo Filho Amado que também recebemos a filiação: “Todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome” - João 1.12.

Fosse possível alguém não ser amado por ninguém, pode ter certeza, é amado pelo Pai e pelo Filho Amado.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 20


Eu sou o Filho do Homem

A expressão tem origem no Antigo Testamento, uma sinalização da messianidade de Jesus. O Salmo 8.4 registra assim: “Que é o homem mortal para que te lembres dele? E o filho do homem, para que o visites?”.

Os profetas, principalmente Ezequiel e Daniel, adotaram a expressão para apresentar o Messias que viria para resgatar o homem de seu pecado.

O próprio Jesus assumiu o título, revelando sua preferência por ele. O primeiro registro está em Mateus 8.20: “E disse Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça”.

Ao ser criminosamente abatido por cruéis religiosos, Estêvão declarou: “Eis que vejo os céus abertos; e o Filho do Homem, que está em pé à mão direita de Deus” - Atos 7.56.

O Filho do Homem é o enviado dos céus que experimentou a humilhação, mas foi exaltado pelo Pai.

O Filho do Homem é aquele que deixou a sua glória, nasceu numa manjedoura e experimentou todas as limitações humanas.

Você pode vencer todas as batalhas da vida, pois o Filho do Homem as venceu e, n’Ele, você pode ser fortalecido.
            Não se desespere, o Filho do Homem está com você!

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 19

Eu sou a luz do mundo

Na Bíblia Sagrada, há, aproximadamente, 800 versículos que falam sobre luz. É verdade que as aplicações são as mais diversas. Exemplo: “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz para o meu caminho” - Salmo 119.105. Aqui, a referência é à Palavra. Até o nome de uma cidade é Luz, Gênesis 28.19.

A luz é muito importante para a humanidade e para todas as criaturas, é fonte de vida. Mesmo em tempos remotos, sem a presença da luz elétrica, a humanidade buscava a iluminação artificial para facilitar as atividades.

A luz dissipa as trevas. A falta de iluminação de qualidade no horário noturno facilita as atividades criminosas.

No início da criação, Deus falou: “Haja luz. E houve luz”.

No período da encarnação do divino, em Cristo Jesus, ouvimos do Salvador: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará em trevas” - João 8.12.

Na visão das últimas coisas, João teve a revelação: “E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os ilumina; e reinarão para todo o sempre” - Apocalipse 22.5.

A luz na criação, na encarnação e na glorificação.

Sua caminhada está confusa, a estrada mal iluminada? Jesus é a luz que pode iluminar sua vida.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 18



Eu sou a mordaça na boca dos leões

Daniel estava em sua jornada na Babilônia e os princípios assumidos por ele sobre a oração, não os negando na hora da aflição, o levaram a ser lançado na cova dos leões.

Houve quem sugerisse que os leões ficaram com medo de Daniel em virtude de seu relacionamento com Deus. Não sei se foi assim, quando chegar ao céu perguntarei a ele.

Garoto, nas classes da Escola Bíblica Dominical, cantávamos “Daniel orava a Deus, três vezes ao dia e, no tempo de aflição, Deus o socorria”. Ele não orava três vezes ao dia, orava incessantemente, sua vida era de oração.

Dario não conseguiu dormir, mesmo estando no palácio, pois o estimava muito. No outro dia, quis saber se ele estava vivo. Ouviu: “O meu Deus enviou o seu anjo, e fechou a boca dos leões, para que não me fizessem dano…” - Daniel 6.22. Em outras palavras, “Ó Rei, dormi tranquilo, as gigantes barrigas e pelos dos leões tornaram-se num acolchoado confortabilíssimo”.

Ninguém vence sozinho leões tão ferozes que surgem na caminhada e nos amedrontam. Há leão rugindo à sua volta? Você está com medo? Confie em Jesus, ele é a mordaça na boca dos leões.

terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 17


Eu sou a arca acolhedora

A humanidade toda corrompida exigia o castigo por parte de Deus. A maldade humana foi tão grande que uma ponta de arrependimento surgiu no Eterno. Para nós, é um sentimento humano que atribuímos a Ele, a famosa antropopatia.

Não há castigo sem oportunidade de arrependimento. E ela veio em forma de arca. Um pregador anunciava. Cada martelada na arca era uma mensagem contundente do divino: fujam da condenação, entrem na arca. Quem desejasse, nela entraria.

Por cento e vinte anos o pregoeiro da justiça anunciou. Para alguns, fracasso total, apenas ele e mais sete entraram: sua esposa, seus três filhos e suas noras. Família completa na arca. Sucesso absoluto. Ainda que experimentassem a dor de amigos que pereceram, havia o consolo de ver toda a família acolhida na arca.

A humanidade não está menos corrompida do que naquele tempo, a maldade impera em todo canto. A arca está pronta. Os anunciadores estão em todos os lugares. Você já entrou na arca? Jesus é arca capaz de acolher você! Entre correndo!

segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 16

Eu sou o bom pastor

“O bom pastor é aquele que entra pela porta, não salta pelo muro.
O bom pastor tem sua voz conhecida de suas ovelhas.
O bom pastor identifica no meio da multidão cada ovelha pelo seu nome e docilmente a chama.
O bom pastor veio para dar vida e vida em abundância.
O bom pastor é aquele que dá a vida pelas ovelhas, corre o risco por amor.
O bom pastor conhece no mais íntimo do ser cada ovelha e ela o conhece também.
O bom pastor não tem ovelhas escolhidas, o rebanho é um só e seu pastoreio é sobre todas, as que estão no aprisco e as que fora estão.
As ovelhas seguem o pastor e recebem dele a vida eterna.
As ovelhas do bom pastor nunca perecerão, viverão para sempre com ele.
Ninguém pode arrancar as ovelhas da poderosa mão do bom pastor” - João 10.1-28.

O pastor é bom. A ovelha é má.
Há ovelha obediente e rebelde ovelha há.
Há ovelha dócil e há ovelha feroz.
A ovelha foi ferida pelo inimigo. Há ovelha fedida pelo pecado. Há ovelha arrependida.

O bom pastor é Jesus. A ovelha somos nós. Que tipo de ovelha o bom pastor identifica?

domingo, 15 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 15


Eu sou a porta

Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas” - João 10.7.

A porta tem grande importância numa casa, num prédio ou num salão com entrada e saída de público.

Ela estabelece uma ligação entre o mundo interior e o exterior. Como porta, Jesus é quem faz a ligação entre o mundo físico e o espiritual.

A porta oferece a sensação de segurança. O medo desaparece quando se chega à casa e, passando pela porta, a deixa fechada. Jesus é a segurança para os medos da alma.

A proteção é outro benefício da porta. O vento tem seu curso desviado, a friagem da noite é minimizada e pode-se dormir tranquilo. Uma casa sem porta é oportunidade de ouro para entrada de animais, de lixo e de homens violentos. Jesus é a proteção que nossa alma precisa.

Entrar pela porta que é Jesus é garantia de salvação e alimento em profusão: “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens” - João 10.9.

E a porta por excelência, Jesus, ternamente apela à Igreja: “Eis que estou à porta e bato, se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa, cearei com ele e ele comigo” - Apocalipse 3.20.

Abra a porta de seu coração para Jesus, a porta principal.

sábado, 14 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 14

Eu sou a paz

O mundo vive em guerras. Nem sempre nos damos conta, focando nossa preocupação quando algum país do ocidente, sobretudo parceiros nossos, está envolvido. Quando se olha para o chamado outro lado do mundo, as guerras tem vitimado muita gente e o anseio pela paz é cada vem maior.

Mas a paz não pode ser imposta. É preciso ser exposta. Toda paz alcançada pela forma tende a durar pouco tempo e precisa em todo o tempo ser monitorada e coibida qualquer manifestação que contrarie o sistema.

Aos apavorados discípulos, em suas despedidas, ele assegurou: “Deixo para vocês a minha paz, não vou lá dou como o mundo a dá. Não se turbe o coração, nem se atemorize” - João 14.27.

Aos medrosos discípulos trancados em casa, com medo dos judeus, Jesus tranquiliza: “Paz seja com vocês!”. E, quando o reconheceram, ficaram cheios de coragem.

Seu coração experimenta falta de paz? Os problemas em sua vida tem se avolumado de tal forma que você imagina uma solução perigosa? Você tem dúvidas para compartilhar com alguém sua dor? Confie em Jesus. Ele é doce paz que seu coração tanto necessita.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 13

Eu sou o 4º homem

Sadraque, Mesaque e Abdenego, por uma articulação maldosa dos invejosos no reino de Nabucodonozor, foram condenados à fornalha. O crime deles foi não terem se curvado diante da imagem de ouro, construída para adoração.

Tiveram a chance de se retratarem diante do rei, mas a resposta foi contundente: “Ó Rei, se o nosso Deus, a quem servimos, quiser nos livrar, ele nos livrará e fique sabendo que não serviremos aos teus deuses, nem adoraremos a imagem de ouro que levantaste” - Daniel 3.17-18.

A fornalha foi aquecida sete vezes mais que o normal para receber calorosamente os três. E a temperatura era tão alta que os homens que lançaram os três morreram.

O Rei se espanta ao ver que quatro estavam na fornalha e eles passeavam tranquilos. E o aspecto do quarto era semelhante a um filho dos deuses. O Rei ordena que eles saiam de lá e, calmamente, os três saem e o nome do Senhor é exaltado.

Quando a vida lhe apresentar uma adversidade, cuja temperatura é tremendamente alta, lembre-se que Jesus é o quarto homem da fornalha. E de lá você sairá sem, sequer, se chamuscar.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Série "Quem é Jesus" - 12



Eu sou a esperança
           
“Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, pelo mandato de Deus, nosso Salvador, e de Cristo Jesus, nossa esperança” - I Timóteo 1.1.

A cultura popular cunhou o provérbio “a esperança é a última que morre”. O sentido é que se deve lutar até o fim, não desistir, pois quando praticamente todas as possibilidades foram para o ralo, aquela pequena chance, aquela pontinha de possibilidade chama-se esperança. Nunca se deve perde-la.

Jesus tinha sofrido, morrido na cruz, sepultado e os dois discípulos no caminho de Emaús revela o sentimento de todos: “E nós esperávamos que fosse ele o que remisse Israel; mas agora, sobre tudo isso, é já hoje o terceiro dia desde que essas coisas aconteceram” - Lucas 24.21. Perderam a esperança.

Jesus caminhava com eles algumas horas e a perda da esperança causou a cegueira, impedindo-os de perceberem quem era o caminhante. A repreensão dura, ao mesmo tempo terna, de Jesus é clara: “Ó néscios, e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram! Não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua glória?” - Lucas 24.25,26.

A adversidade tem causado em você cegueira para ver o agir de Deus. Não desista! Jesus assegura: Eu sou a esperança!