quarta-feira, 31 de julho de 2013

Não pelas obras, mas pela misericórdia


            Somos muito tendentes a concluirmos que merecemos algo da parte de Deus. Hoje mesmo me encontrei com um amigo que, revelando-me estar com uma doença, concluiu: “Deus é bom, se eu estou com isso é porque mereço”. Com amor e pela amizade que temos, repliquei: “É verdade, Deus é bom, mas você não está recebendo isso porque merece. Se você e eu recebêssemos o que merecemos, estaríamos ferrados, merecemos coisa pior”. Ele ainda treplicou: “O senhor eu não sei, mas eu com certeza...”. Não deixei por menos: “Eu sou igual a você, só mereço o mal, mas Deus é misericordioso e nos abençoa”.
            Creio que isso que Paulo queria enfatizar quando escreveu a epístola a Tito: “Mas quando apareceu a benignidade e amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens, não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo, que abundantemente ele derramou sobre nós por Jesus Cristo nosso Salvador; para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna” - Tito 3.4-7.

            Nada pelas obras, tudo por misericórdia.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Protestante declara que se pode aprender com o Papa


Aprendendo com o Papa: Será possível ao evangélico aprender com Líder da Igreja Católica?

Pr. Eduardo Baldaci*

Fiquei surpreso ao ver a entrevista do Papa, pois não faz muito tempo, ele declarou que não dava entrevistas. Porém, sua missão no Brasil praticamente lhe obrigava à isto. Na realidade, a entrevista não foi uma conquista da Globo, mas sim uma estratégia de Marketing do Vaticano.
Desde meus tempos no seminário na década de 80, já ouvia falar do movimento pró reavivamento católico para 2020.
Não sou pró Papa, nem se quer sou Católico. Tenho fortes e rígidas discordâncias com suas doutrinas, com a veneração dos ditos "santos" e com Maria.

Acompanhei atentamente a entrevista e faço minhas considerações:

. O afastamento da Igreja das Pessoas

             O Papa está certo. Igreja que se afasta das pessoas é igual “mãe por correspondência”. A Igreja Católica cometeu este erro e a igreja evangélica o está repetindo. Claro, não são todas e nem todas as demoninações. Porém, a igreja precisa ir aonde estão as pessoas e não esperar que as pessoas venham até ela. Isto é evangelismo !
              Igrejas evangélicas que não evangelizam mais, não visitam membros afastados, são “ong´s”...meras instituições jurídicas que se afastaram do Propósito de Deus para a Igreja.

. A Santa Guardada dentro do Armário.
                Faz tempo que eu desconfio do crescimento do evangelho no que tange a realidade espiritual da coisa. Podemos ter números, mas números sem conversão, são apenas ilusão. Ilusão dos líderes e ilusão de quem vai pro inferno, tão perto da Palavra, mas com muita coisa “escondida”  nos armários do coração.
               O Papa falou de uma senhora argentina, que precisando de Deus, aceitava a visita de um Pastor. Quando surgiu um Padre, ela revelou que tinha uma “imagem de uma santa” escondida no armário !
                  Eu mesmo conheço pessoas que se diziam evangélicas e que retornaram ao catolicismo. Mas me vem à mente uma pergunta: “Seriam convertidos ou convencidos?”
                 Ter um encontro com Cristo vai além de ouvir um pastor, de ir num culto, dar dízimos em uma igreja. Ter encontro com Cristo é sobretudo não ter nada escondido no armário secreto de nossos corações.
                  No caso daquela senhora, era uma imagem... Mas eu conheço pessoas com muitos hábitos católicos que não foram abandonados em seu alegado encontro com Cristo.
                  Basta que você leia esta matéria publicada no site da mais conceituada Rádio Gospel do RJ. Nela, fala-se da Visita do Papa à uma Igreja Evangélica e que ele "rezou" com os irmãos que foram pedir sua benção. Total Absurdo !http://radio93.com.br/noticias93/papa-visita-templo-da-assembleia-de-deus/
                   Me canso, me estresso, me entristeço com membros de igrejas "bebendo socialmente", pulando carnaval, indo à shows mundanos!
                   Sou do tempo de "Quem está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas já passaram...."

. A Igreja sempre precisa ser reformada
                     A reforma protestante não foi do mal para o pior. Foi uma volta à Bíblia. A igreja precisa contextualizar sem descristianizar.  A Igreja Católica em busca dos membros perdidos tem o hábito de agregar situações como sincretismo religioso, movimentos carismáticos, entre outras mazelas.
                       A Igreja precisa ter valores inegociáveis. Entretanto, a Igreja que se preocupa com riquezas, poder e influência política pode ser tentada à abrir mão de seus valores.
                           Qualquer um que ler um livro de história verá que a Igreja Católica é históricamente envolvida com o Estado. Sua riqueza, sua influência e seu poder político são incontestáveis. Quem tiver dúvidas, basta olhar o orçamento público gasto com a JMJ !
                            “Na reforma Luterana houve muita discussão sobre a separação Igreja e Estado, Lutero dizia que eram dois reinos, o da mão direita e o da mão esquerda, como ensinava Cristo diferenciou o Reino onde Deus trabalhava diretamente e onde Ele trabalhava através de César, um imperador pagão que Jesus não se levantou contra, mas também se sujeitou às suas leis civis. Os luteranos acreditavam que os cristãos não obrigados pelas Escrituras a se privar da vida política, mas poderiam participar e até mesmo governar, desde que não falassem em nome da Igreja, mas falassem por si e pelas suas crenças, para o bem do povo em geral, não apenas dos cristãos”
. A Igreja ser mais humilde
                          Meu maior desafio como Pastor não tem sido debater doutrinas ou pregar o evangelho. Tem sido investir tempo respondendo indagações sobre o mau uso de dinheiro das igrejas e a vida extravagantes de alguns líderes “evangélicos” que cometem os mesmos erros do Vaticano. Acumulação de riquezas no Mundo NUNCA FOI e NUNCA SERÁ a Mensagem de Cristo.
                         Carrões, aviões e Mansões são agressões aos membros de igrejas que lutam pelo pão nosso de Cada dia.
                          Estaríamos nós evangélicos sofrendo na Numerolatria?

Conclusão: Tenho inúmeras diferenças com os pensamentos do Papa. Deste ou de qualquer outro. Mas posso dizer que a entrevista foi inteligente, cheia de marketing pessoal e recheada de verdades que precisamos observar.
                    Como podemos interpretar o silêncio dos Pastores diante de um entrevista destas? Será que quem cala, consente?

*Fonte: http://pastoreduardobaldaci.blogspot.com.br/#!/2013/07/aprendendo-com-o-papa-sera-possivel-ao.html

Pela Fé


            Provavelmente, o assunto mais lembrado de Hebreus seja Fé. Está no capítulo 11, conhecido como a Galeria da Fé. Há um desfile de notáveis para nos incentivar a prosseguirmos (o capítulo 11 termina em 12.2). 21 vezes aparece “Pela fé” e 2 mulheres e 16 homens são os componentes da seleção. A maioria masculina se dá pela cultura que privilegiava o homem, mas muitas mulheres são exemplo de fé (não sei porque Débora não foi lembrada). Marcante é uma das mulheres ser Raabe, aquela que mentiu e escondeu os espias (não foi alistada pela mentira, mas pela declaração de temor aos atos do Senhor).
Algumas aplicações são válidas:
1ª - A fé não anula o entendimento.
2ª - Só se agrada a deus pela fé.
3ª - O mundo não é digno de quem vive pela fé.
4ª - A fé alcança até os mais desprezíveis.
5ª - A fé não elimina problemas.
6ª - A fé nos encoraja a enfrentar inimigos.
7ª - A fé se materializa no serviço a deus e ao próximo.
8ª - A lista da galeria da fé é inacabada.
9ª - Viver pela fé é não se apegar aos prazeres do mundo.
10ª - Viver pela fé é continuar falando depois de morto.
11ª - Viver pela fé é ter os pés no chão e a cabeça no céu.
Vale a pena viver pela fé. A Bíblia diz que “tudo que não é de fé é pecado”. 

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Quando Jesus manda estender a mão

Pr. Neemias Lima*

Marcos 3.1-6
1 Noutra ocasião ele entrou na sinagoga, e estava ali um homem com uma das mãos atrofiada.
2 Alguns deles estavam procurando um motivo para acusar Jesus; por isso o observavam atentamente, para ver se ele iria curá-lo no sábado.
3 Jesus disse ao homem da mão atrofiada: "Levante-se e venha para o meio".
4 Depois Jesus lhes perguntou: "O que é permitido fazer no sábado: o bem ou o mal, salvar a vida ou matar?" Mas eles permaneceram em silêncio.
5 Irado, olhou para os que estavam à sua volta e, profundamente entristecido por causa do coração endurecido deles, disse ao homem: "Estenda a mão". Ele a estendeu, e ela foi restaurada.
6 Então os fariseus saíram e começaram a conspirar com os herodianos contra Jesus, sobre como poderiam matá-lo.

Introdução:
·         A motivação do milagre é algo interessante - que é mais importante, o homem ou a lei?
·         A importância da mão - você já parou para perceber? Um evangelho diz que era a mão direita. No universo de destros, a importância é maior.
·         Aquele homem sofria de vários problemas: zombaria, inutilidade, impedimento de acariciar, tato...

E Jesus convidou-lhe estender a mão!
Jesus hoje convida você a estender a mão!
Que está atrapalhando você e gostaria de estender para Jesus?

Vamos aprender um pouco aqui:
1º - Quando Jesus manda estender a mão, conceitos são refeitos?
V. 2 Alguns deles estavam procurando um motivo para acusar Jesus; por isso o observavam atentamente, para ver se ele iria curá-lo no sábado.
V. 4 Depois Jesus lhes perguntou: "O que é permitido fazer no sábado: o bem ou o mal, salvar a vida ou matar?" Mas eles permaneceram em silêncio.
Não é mais o Velho, é o Novo!
Não é mais a Lei, é a Graça!
O vinho novo chegou!

2º - Quando Jesus manda estender a mão, o homem necessitado assume seu lugar de destaque?
V. 3 Jesus disse ao homem da mão atrofiada: “Levante-se e venha para o meio”.
Aquele homem estava à margem.

3º - Quando Jesus manda estender a mão, milagres acontecem?
V. 5 Irado, olhou para os que estavam à sua volta e, profundamente entristecido por causa do coração endurecido deles, disse ao homem: "Estenda a mão". Ele a estendeu, e ela foi restaurada.

Ilustrações:
Isaías, irmão do irmão Izael.
Líder da Cristolândia de Cordeiro.

Conclusão:
Há um detalhe no texto, verso 5, muito interessante:
“Irado, olhou para os que estavam à sua volta e, profundamente entristecido por causa do coração endurecido deles, disse ao homem: "Estenda a mão". Ele a estendeu, e ela foi restaurada”.
Já pensaram se aquele homem começasse a questionar?
Quem é este homem?
Ele tem poder mesmo para me curar?
Ele não pode me curar sem que eu estenda a mão?
Eu não serei alvo de chacota dos outros se continuar assim?
Ele não pode deixar para me curar amanhã para eu não ser questionado pela lei, ter sido beneficiado por uma transgressão?

Não! Ele estendeu!
E começou a sentir no carpo, metacarpo e falanges (três partes em que se divide a mão), os ossos Escafóide, Semilunar, Piramidal e Pisiforme, Trapézio, Trapezóide, Capitato e Hamato.

E eu imagino aquele homem agora: olha para sua mão, fica comparando, mexe os dedos, apalpa na outra, passa no rosto, sente o tato e fica pensando “agora eu vou poder abraçar meu filho, tocar-lhe, vou cumprimentar sem constrangimento, vou saudar as pessoas, não preciso mais esconder minha mão!


Oh, que Jesus maravilhoso!

*Esboço do sermão pregado no dia 28 de julho de 2013, Igreja Batista do Braga.

Palavras do EX e Atual Presidente da CBF

Pr. Geraldo Geremias, Presidente da CBF - Convenção Batista Fluminense, mandato 2011-2013, falou com exclusividade ao Folha Evangélica sobre a Assembleia em São Francisco de Itabapoana.

Pr. Vanderlei Batista Marins, eleito em primeiro escrutínio, falou logo após sua vitória para presidir pela 12ª a CBF - Convenção Batista Fluminense, mandato 2013-2015.

Presidente da CBF, 2011-2013, fala sobre a Assembleia

Pr. Geraldo Geremias, Presidente da CBF - Convenção Batista Fluminense, mandato 2011-2013, falou com exclusividade ao Folha Evangélica sobre a Assembleia em São Francisco de Itabapoana.

Papa Francisco na visão de um Protestante

POR QUE OS EVANGÉLICOS ESTÃO SE SURPREENDENDO TANTO COM O PAPA FRANCISCO?

Pro Renato Vargens*

Antes de qualquer coisa preciso afirmar que não sou católico e que respeito a opção de fé de quem quer que seja. Afirmo também que possuo sérias divergências com o Catolicismo Romano quanto a aspectos doutrinários e teológicos os quais considero fundamentais. Discordo da veneração dos "Santos", da "mariolatria", da infalibilidade papal, do ecumenismo, de sua soteriologia universalista, bem como de sua cristologia miscigenada.

Isto posto, vamos ao artigo:

A vinda do Papa Francisco ao Brasil tem despertado não somente a atenção da população em geral, como também dos evangélicos que  não se cansam de elogiar o bispo de Roma. Basta olharmos as mídias sociais que constataremos isso. Na verdade , tornou-se comum encontramos evangélicos enaltecendo publicamente a postura simples do Papa.

Diante disto resta-nos indagar o por que de tal comportamento, visto que o protestantismo possui inúmeras divergências teológicas com o catolicismo romano.

Na minha opinião a valorização do Papa se deve em parte a insatisfação que os evangélicos tem feito quanto ao comportamento de alguns dos seus líderes, senão vejamos:

1- O papa passa uma imagem de simplicidade, enquanto os "apóstolos" tupiniquins ostentam riquezas.

2- O papa demonstra gostar de gente e de se relacionar com o povo, já os "apóstolos" tupiniquins preferem a ostentação de títulos eclesiásticos, além é claro da nítida e clara separação do restante do povo.

3- Ainda que tenha MUITO dinheiro, mesmo porque a Igreja Católica Romana é milionária, O Papa Francisco ostenta uma vida simples, sem muitas riquezas que se reflete na forma com que vive; já os "apóstolos" tupiniquins, fazem questão de ostentar riqueza, poder e glória.

4- O Papa Francisco demonstrou simplicidade em voar num avião comercial, em carregar sua própria mala, em dormir num mosteiro numa cama de solteiro, em andar em carro comum, em se relacionar com o povo sem protocolos, pompa ou exigências. Já os "Apóstolos" tupiniquins andam de avião particular, exigem hotéis cinco estrelas, além é claro de exigirem uma série de obrigações a todos àqueles que os convidam para pregar o Evangelho de Cristo.

5- O Papa tem falado de Cristo,  os "apóstolos" tupiniquins só falam em dinheiro.

Caro leitor, a falta de compostura por parte de alguns dos líderes evangélicos, além é claro das heresias propagadas por "apóstolos" fraudulentos que teimam em contrapor-se aos ensinos das Escrituras, tem levado aos cristãos protestantes desse imenso país a valorizar pessoas como Francisco, que mesmo tendo uma fé diferente do protestantismo histórico, comporta-se (pelo menos aparentemente) como homens de Deus deveriam se comportar.

Pense nisso!

*http://renatovargens.blogspot.com.br/2013/07/por-que-os-evangelicos-estao-se.html

Graça, misericórdia e paz


             É uma preciosidade o verso três da segunda epístola de João: “Graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai, seja convosco na verdade e amor”.
            Graça, favor que não é merecido.
            Misericórdia, capacidade de sofrer a dor do outro. Etmologicamente, “miseri” - sofrimento e “cordis” - coração. É colocar o coração na dor do outro.
            Paz, atitude quieta mesmo que tudo em volta esteja em desarmonia.
            Do Senhor, recebemos a salvação sem merecimento. É tudo graça. Por que não somos graciosos (cheio de graça) com os outros?
            O Senhor foi capaz de colocar o seu coração na nossa dor. Se ele colocasse somente a razão, estaríamos perdidos. Por que nos relacionamentos queremos colocar mais a razão e menos o coração?
            No Senhor, encontramos paz capaz de nos deixar tranqüilos no meio da tempestade. Por que não desfrutamos de paz se Ele é a doce paz?

            Neste dia, desejo que a graça, a misericórdia e a paz sejam o telhado de sua vida. Deseje o mesmo para o seu semelhante. Ah, e se for preciso, façamos algo para que isso se concretize.

domingo, 28 de julho de 2013

Vidas vazias


            Há pessoas que vivem neste mundo e, se aqui não vivessem, pouca ou nenhuma diferença fariam. Não porque estão fora da mídia e são desconhecidas. Meu pai e minha mãe são desconhecidos da grande massa, mas sua passagem por aqui legou ao mundo oito filhos, todos de bem.
            Falo de vidas vazias. Delas se espera uma coisa e vem outra. Como bem disse Judas, em sua epístola, são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas; ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas”.
            Que coisa triste: manchas, nuvens sem água, árvores murchas e infrutíferas e ondas impetuosas.
Uma vida se identifica vazia não pelo que se sai dela, mas pelo que entra nela. E Judas explica: “Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré”. Caim, maldade, crime. Balaão, engano, falsidade. Coré, rebelião contra a autoridade.

Em Cristo, seremos cheios para fugirmos de uma vida vazia. 

sábado, 27 de julho de 2013

Presidente da CBF dá saudação após a eleição

Assim que foi proclamado o novo Presidente da CBF - Convenção Batista Fluminense, o Pr. Dr. Vanderlei Batista Marins deu uma saudação aos batistas fluminenses e sinalizou o que deseja neste mandato.

Voltando ao primeiro amor


            É de Carlinhos Félix a poesia “Primeiro amor”. Veja que beleza: “Quero voltar ao início de tudo / Encontrar-me contigo Senhor / Quero rever meus conceitos / Valores eu quero reconstruir / Vou regressar ao caminho / Ver ver as primeiras obras Senhor / Eu me arrependo Senhor, me arrependo Senhor, me arrependo Senhor / Eu quero voltar ao primeiro amor, ao primeiro amor, eu quero voltar a Deus”.
            À Igreja em Éfeso, Jesus escreveu: “Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor” - Apocalipse 2.4. E deu a receita: “Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres” - 2.5.
            Praticar as primeiras obras. Como precisamos disso! Mais Bíblia, mais oração, mais louvor, mais serviço, mais amor, mais compreensão, mais confissão, mais graça, mais misericórdia. Quanto mais estas coisas, menos coisas ruins.
            Estamos perdendo o primeiro amor? Lembrar-se, arrepender-se e praticar são os verbos que Ele escolheu para nos encorajar.

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Nova Diretoria Completa da Convenção Batista Fluminense

Presidente - Pr. Vanderlei Batista Marins
Primeiro Vice-Presidente - Pr. Elildes Junio Macharete Fonseca 
Segundo Vice-Presidente - Pr. Éber Silva
Terceiro Vice-Presidente - Pr. Levi de Azevedo
Primeiro Secretário - Pr. Ronem Amaral 
Segundo Secretário - Pr. Samuel Mury de Aquino
Terceira Secretária - Ana Lucia Ana Lúcia Reghin
Quarto Secretário - Pr. Antonio Junior

CBF tem novo Presidente

Após o processo eletivo instalado e contados os votos, foi eleito no primeiro escrutínio Dr. Vanderlei Batista Marins (foto) como novo Presidente da CBF - Convenção Batista Fluminense. Pastor da Primeira Igreja Batista de Alcântara, assume pela 12ª vez o cargo, tornando-se o terceiro que mais presidiu a instituição.
Dos cinco candidatos à presidência, Pr. Elildes Júnio Marcharete Fonseca ficou em segundo lugar com a metade dos votos do novo presidente.

Quando Jesus manda estender a mão

Domingo, 19h 44min
Pr. Neemias Lima
Clique na imagem para ampliar!


Convenção terá eleição daqui a pouco

Reunida em São Francisco de Itabapoana, a Convenção Batista Fluminense terá eleição de sua diretoria na sessão desta manhã. O início está previsto para às 8h.
Toda a diretoria pode ser eleita em função da Reforma dos Estatutos, recentemente realizada, que elimina todos os impedimentos. Mas corre nos bastidores que os pastores Geraldo Geremias, Presidente, e Nilson Godoy, 1º Vice-Presidente, não aceitarão indicações, caso haja, por considerarem antiético promoverem a Reforma e se candidatarem.
Entre os convencionais, são comentados os nomes dos possíveis eleitos para presidente, destacando, pela ordem: Pr. Vanderlei Batista Marins, Pr. Éber Silva, Pr. Elildes Júnio, Pr. Césa Duarte, Pr. José Laurindo e Profª Marlene Baltazar da Nóbrega.
Daremos em primeira mão aqui a notícia!

Dormir em paz


            Não sei a razão, mas um dia, ao me deitar, fiquei preocupado com a possibilidade de não acordar no outro dia. Por segundos este sentimento tomou conta de minha mente, imediatamente expulso ao me lembrar de “eu me deitei e dormi; acordei, porque o Senhor me sustentou” - Salmo 3.5.
            Davi experimentava uma fuga causada pelo próprio filho. Era um momento de dor, de sofrimento, de tristeza. Mas sua convicção era fundamentada: “Tu, Senhor, és um escudo para mim, a minha glória, e o que exalta a minha cabeça” - 3.3.
Dormindo ou acordado, quem cuida de nós é o pai eterno. Ele tem o controle de nossa vida e nada acontece sem que Ele esteja no controle. Roncando ou com sono silencioso, quem está do nosso lado é o bondoso pai e cada segundo da fria noite é partilhado com Ele.
            Um dia, deitaremos e acordaremos em outro lugar. Mas não estaremos sozinhos, estaremos com Ele. Em seus braços nos acolherá.
            A noite está fria? O inimigo é feroz? Confie em Deus, Ele cuida de nós e nos sustenta.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Um salmo de dor


            O Salmo 32 é um daqueles que marcam o sofrimento que o pecado traz. Relaciona-se a um período triste da vida de Davi que, sem máscara, confessou o que tinha feito e revelou a dor que sentia enquanto se calava.
            Embora a ciência tenha descoberto a doença psicossomática bem recente, Davi mostrou como experimentou essa realidade: “Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio”. Envelhecimento dos ossos e humor se tornar seco são linguagens que revelam grande sofrimento da alma que se transfere para o corpo.
            Entretanto o salmo da dor sinaliza também a solução: “Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano”.
            Há perdão para qualquer pecado. Basta confessar. E perdão dos pecados significa libertação de dores terríveis. Dores da alma que, muitas vezes, se transferem para o corpo.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Versos encantadores


Três versos do Salmo 37 me encantam:
1º - “Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração” - v.4.
2º - “Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará” - v.5.
3º - “Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão” - v.25.
O primeiro assegura que os desejos do meu coração serão atendidos. Então, posso desejar qualquer coisa? Pode. Se for algo contrário à vontade do Senhor, você demonstrará que não deleita n’Ele e só os desejos de quem se deleita n’Ele é que serão atendidos.
O segundo promete que tudo ele fará por mim, desde que eu entregue meu caminho a Ele e confie n’Ele. Entregar e confiar são atitudes nossas. Fazer é atitude dele. Ao entregarmos e confiarmos, ele fará tudo.
O terceiro declara que um justo nunca será desamparado nem a sua descendência mendigará o pão. Quem é justo, então? Ninguém, diz a Bíblia. Mas somos justificados por Ele e, sobre quem é justificado, não cabe punição.

Encorajo você a se deleitar no Senhor, entregar e confiar seu caminho a Ele. No mais, é só esperar o cumprimento de sua promessa. 

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Quer tomar um CHA?


        Conversando com um amigo, minha ovelha, aprendi que na dinâmica do trabalho e da vida é preciso o CHA: conhecimento, habilidade e atitude.
         Conhecimento é ter o saber. Habilidade é saber fazer. Atitude é querer fazer.
     Segundo o meu amigo, alguns tem conhecimento, mas não tem habilidade, embora possam ter atitude. Outros tem conhecimento e habilidade, mas não tem atitude. Ainda outros, habilidade e atitude tem, mas não tem conhecimento.
     Pergunto-lhes qual é mais importante. Ele responde. Todos. Na verdade, conclui, é a combinação dos três que faz uma pessoa vencedora.
        Provérbios 1.7 afirma “o temor do Senhor é o princípio do conhecimento”. Conhecimento.
     1ª Pedro 3.15 orienta “antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”. Habilidade.
     Miqueias 2.10 encoraja “levantem e andem porque não será aqui o vosso descanso”. Atitude.

       Quer se dar bem na vida? Tome um CHA. Mas que seja divino.

terça-feira, 16 de julho de 2013

Uma evangélica e uma católica


            Uma católica enfrentando um câncer testemunhou: uma de suas amigas evangélicas demorou visitá-la. Apareceu e desculpou-se, dizendo não ter tido coragem até então para vê-la. Encontrou-a animadíssima. Passou três dias em sua casa. Ao se despedir de seu filho na saída, disse: “Estou muito preocupada com sua mãe, ela me disse umas coisas...”. O filho, preocupado, quis saber que dissera sua mãe. Ouviu: “Ela me disse que o câncer foi uma bênção na vida dela, acho que ela não está boa da cabeça”. O filho sorriu.
            “E foi mesmo, eu cresci muito com o câncer. Quando sabia de alguém que estivesse com câncer, me dava um pavor. Tive oportunidade de me aproximar mais de Deus, atitude que desprezava, e, hoje, sou muito mais feliz do que antes”, declarou a católica. Emocionante.
            Deus, realmente, não é de católicos, evangélicos, espíritas, budistas. É de todos os que, em Cristo, cumprem sua vontade. Como lembra Paulo, “todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus” - Romanos 8.28.
            Enfrenta um problema? Não se desanime. Confie em Deus. Ele está ao seu alcance.

EXPOGOSPEL - Nota do Conselho de Pastores

Cabo Frio (RJ), 15 de julho de 2013.

NOTA DE ESCLARECIMENTO
Sobre a realização da Expo Gospel/2013

A propósito das diversas manifestações e abordagens divulgadas recentemente através da mídia, quanto à realização da EXPO GOSPEL, versão 2013, no município de Cabo Frio (RJ), e sem que qualquer documento a isso referente lhe fosse encaminhado, o Conselho de Pastores de Cabo Frio vem a público esclarecer a sua posição:

1 - O COPA Cabo Frio NÃO se opõe a realização do Evento Expo Gospel por se tratar de um evento particular, e por reconhecer que não é de nossa competência autorizar ou não eventos em vias públicas;

2 - O nosso apoio ou parceria ao referido evento foi condicionado aos seguintes ajustes de conduta:
a) Imparcialidade político-partidária;
b) Participação do COPA na organização do evento em todas as suas etapas;
c) Prestação de contas de todo movimento financeiro aos membros do COPA;
d) Filiação e participação dos organizadores ao COPA.

3-Também foi acordado que não haveria tempo hábil para tal ajuste de conduta. Foi sugerido que a possibilidade ou não deste apoio, seria para o próximo ano (2014).

Todos os itens supra citados foram informados ao organizador do evento Pr. Samuel Gonçalves em reunião especialmente para este fim, numa comissão do COPA.

Finalmente, cremos que um dos principais indicadores da vontade de Deus em qualquer coisa que façamos é a PAZ.

Na epístola de Paulo aos Filipenses 2.14, o apóstolo Paulo faz a seguinte afirmação: "Fazei TUDO sem murmuração nem contendas”.

Nossa recomendação nesse momento é que acima de tudo, guardemos a Paz e o amor uns para com os outros.

No amor de Jesus,
Pr. Samuel Bello da Silva
Presidente

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Espera paciente


            Estou numa fila e percebo a ansiedade de alguns. Uma mulher rói insistentemente as unhas. Um homem verifica o relógio a cada minuto. Um jovem vomita, desculpe o termo, palavras torpes de seu coração. Uma jovem reclama de seus direitos. Não é insensibilidade, apenas relato. Todos temos que lutar pelos direitos e o problema de filas é sério, basta computar o tempo que se gasta nelas. E, como bem se sabe, “time is money”.
            A verdade é que as reações na fila podem sinalizar incapacidade de esperar. Somos a geração da instantaneidade. Tudo tem que ser agora, imediatamente. E nem sempre é assim.
            Muitas vezes, esperar é a solução. Embora esperar pareça impassividade, é um dos maiores e mais difíceis exercícios e atitudes que temos a enfrentar.
            O Salmo 40.1 nos dá uma receita: “Esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor”. Quanto tempo o salmista esperou? Ninguém sabe, mas deduz-se ser bastante, pois os versos seguintes sugerem situações aflitivas.

            O momento exige sua ação? Aja. Está fora de seu controle? Espere no Senhor.

domingo, 14 de julho de 2013

Prefeito Alair Correa divulga nota sobre EXPOGOSPEL

 
EXPO GOSPEL. Uma das coisas mais importantes pra mim é a palavra. Por ocasião do Debate entre os candidatos a prefeito dentro da igreja do projeto IDE teve a seguinte PERGUNTA aos candidatos "O sr se elegendo continuará permitindo que um só pastor, o Samuel da Catedral continue sozinho realizando a Expo e levando toda a verba do município quando a cidade tem outras 500 igrejas? RESPONDI NÃO! Completei minha resposta falando, no meu governo distribuirei esses recursos por todas as Igrejas para seus pequenos eventos e dizendo ainda, todos os grandes eventos de CF serão organizados e realizados pelo CONSELHO DE PASTORES. Quando agora fui procurado pelos emissários do Samuel que ele desejava realizar novamente a EXPO disse pra eles falem com o Samuel para procurar o Conselho de Pastores. Em seguida fui informado do encontro entre eles o pastor Samuel e os pastores do CP que o liberou para realizar o Evento, imediatamente liguei para o Pastor Fabrício membro do Conselho e disse Fabrício se vocês liberaram o Samuel para realizar o evento POR MIM TUDO BEM só preciso de um oficio do CP me liberando do compromisso que assumi durante o debate e o P.Samuel pode realizar sua EXPO-gospel sem problema e arrematei só preciso do oficio. (Se alguém duvidar do que acabei de afirmar é só procurar o Pastor Fabrício, homem de Deus,que ele confirmará palavra por palavra minha). Para os que insinuaram que não apoio os evangélicos lembro da marcha da família evangélica realizada na praia do forte que antes era feita pelo Samuel sozinho nesse meu governo ela foi organizada pelo C. de Pastores onde tivemos um grande sucesso, para os que comentaram ainda que não tenho respeito com o povo evangélico informo que essa marcha foi um grande investimento 100% feito pela prefeitura e procure se informar com as centenas de pastores das pequenas igrejas qual é a relação deles com o nosso governo, nesses 6 meses todos os seus eventos foram realizados com total apoio da prefeitura com Som,Palanque, bandas, ônibus para transportar os fiéis. Esse foi o meu compromisso de campanha distribuir irmamente os recursos com todas as igrejas e não com uma só como foi a proposta do outro governo quando deu ao Pastor Samuel R$ 620.000 só para um evento. Encerrando só quem poderia impedir a EXPO seria o Conselho mas ele liberou e pronto, só falta enviar-me o oficio dando OK.

Campeonato Brasileiro - 7ª rodada - Times Cariocas


Se o campeonato terminasse hoje:

O Botafogo seria o 3º colocado.
O Fluminense seria o 10º colocado.
O Flamengo seria o 11º colocado.
O Vasco seria o 17º colocado, zona de rebaixamento.

A bênção de atender ao pobre


            Podem falar o que quiserem, mas, para mim, a Bíblia é um livro extraordinário. Nela, encontra-se orientação sobre tudo. Veja o que o Salmo 41 diz sobre dar atenção ao pobre:
1º - Feliz é o que atende ao pobre: “Bem-aventurado é aquele que atende ao pobre...”.
2º - O acerto é com Deus: “...o Senhor o livrará no dia do mal... o Senhor o livrará e o conservará em vida; será abençoado na terra, e tu não o entregarás à vontade de seus inimigos. O Senhor o sustentará no leito da enfermidade; tu o restaurarás da sua cama de doença”.
            A sabedoria está em dar atenção a quem não terá condições de devolver-lhe a mesma atenção. Quando fazemos um bem a quem não precisa, pois pode retribuir, nosso acerto é com a própria pessoa. Quando fazemos um bem a quem precisa e não pode devolver, nosso acerto é com Deus.
            Sei que muitas pessoas receberam livramento especial em função de um dia terem nos ajudado, numa época em que a situação era muito difícil. Deu ainda tem anjos que ministram em favor dos necessitados. Seja um deles. Estenda a mão para quem precisa.

sábado, 13 de julho de 2013

Sede de Deus


Afirmam alguns que nunca sentimos sede nem fome. Segundo eles, sentimos vontade de beber água e de se alimentar, mas que só quem realmente fica privado dos dois por um grande período de tempo é que pode testemunhar de ter sentido sede e fome. Parece coerente.
No Salmo 42.2 assim afirma o escritor: “A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?”.
Ter sede de Deus é mais do que simplesmente sentir uma angústia em função de um problema. É mais do que um vazio causado por uma decepção na vida. É uma experiência dolorosa que, segundo Dostoiévski, “é um vazio do tamanho de Deus" e que todo homem tem.
Provavelmente, a dor do salmista se relacionava a um problema. Mas é do próprio salmista, no mesmo Salmo, a declaração: “Quando me lembro disto, dentro de mim derramo a minha alma; pois eu havia ido com a multidão. Fui com eles à casa de Deus, com voz de alegria e louvor, com a multidão que festejava... Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado sobre mim” - 42.4,7.

Dessa forma, sua dor se relacionava ao pecado. Está com sede de Deus? Clame, pois Deus atende: “O Senhor mandará a sua misericórdia de dia, e de noite a sua canção estará comigo, uma oração ao Deus da minha vida” - 42.8.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

O bom pastor do Salmo

            Celebração em grande ginásio totalmente lotado. Jovem muito bonita e com grande capacidade de expressão recita o Salmo 23. Em alegria, todos aplaudem por vários minutos. Sua performance foi extraordinária.
            Minutos depois, veterano pastor, cansado pelos anos de ministério, faz breve exposição com sua voz embargada e rouca. Baseia-se no Salmo 23 e, a cada ponto realçado, manifestação de prostração do auditório se verifica a ponto de, no final, quase todos chorarem.
            Percebendo a diferença das reações, alguém pergunta à jovem se percebera e qual a razão de reações tão contrárias. Responde ela: “Eu conheço o salmo do bom pastor, mas ele conhece o bom pastor do salmo”.
            Há grande diferença entre o que se conhece e a quem se conhece. O primeiro, sinaliza informação. O segundo, experiência pessoal. O primeiro mexe com a mente. O segundo, com o coração, com a alma. O primeiro dura até nos levarem ao cemitério. O segundo, a eternidade.

Mas, não basta conhecer o salmo do bom pastor, é preciso conhecer o bom pastor do salmo.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

A melhor oração é amar


            Declara um cântico antigo: “A melhor oração é amar / A melhor oração é amar / Se não sabes amar / Tu não podes orar / A melhor oração é amar”.
Outra versão altera o quarto verso: “A melhor oração é amar / A melhor oração é amar / Se não sabes amar / Tu precisas orar / A melhor oração é amar”.
            Era interessante a discussão entre os defensores das expressões “tu não podes orar” e “tu precisas orar”. Penso que podemos conciliar: não se pode orar no sentido de desprezar a relação entre amar a Deus e aborrecer o seu irmão, como enfatizou o apóstolo João. Mas, ao mesmo tempo, precisa-se orar, inclusive crendo que Deus pode mudar o quadro.
            A grande lição é que tipo de relação estabelecemos entre o nosso culto - orar - e o convívio - dia a dia - com nosso irmão. Há testemunhos negativos de cristãos que no domingo agem de uma forma e, de segunda a sábado, de outra, inclusive desconhecendo ou tratando mal seus irmãos. Isso é muito ruim e, nesse caso, esses irmãos precisam orar.
            Eu creio: a melhor oração é amar. Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. O que passa disso é hipocrisia.
            E se insiste em não amar ao irmão é melhor nem adorar publicamente.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Jesus é melhor, sim, que ouro bens

            “Jesus é melhor, sim, que ouro e bens / Jesus é melhor do que tudo o que tens / Melhor que riquezas e posições, / Melhor muito mais do que milhões / Jesus é mais puro que a linda flor! / Jesus é melhor, Ele, sim, satisfaz / Jesus é melhor, sim, Ele é amor; / Caminho, luz, verdade e paz”. Que bela poesia!
            No coro, o poeta destaca: “Pode haver um rei com poder nas mãos! / Mas do mal escravo, sim, / Mil vezes prefiro o meu Jesus! /   E servi-lo até o fim’’.
            Nada se compara a Jesus. Ainda que a barata teologia da prosperidade queira diminuí-lo, limitando-se a um serviçal para atender favores pessoais, Ele continua o Senhor do Universo, o Senhor de nossas vidas e, quem confia n’Ele nunca se decepciona.
            Na caminhada pela vida, já encontrei gente decepcionada com a política e os políticos, com a ciência, com a educação, até com a família, mas nunca encontrei um decepcionado com Jesus. Mesmo aqueles ou aquelas que contestam, no fundo, falam de experiências negativas com igrejas e líderes, nunca com Jesus.

            Posso afirmar em qualquer circunstância: Jesus é melhor, sim, que ouro em bens.

domingo, 7 de julho de 2013

Compromisso de Fidelidade


Resumo de uma história lida: um jovem disse à esposa que, em função das lutas, buscaria trabalho longe dali, lhe seria fiel, queria o mesmo dela e, quando tivesse bastante sustento, voltaria. Encontrou trabalho e acordou com o patrão não receber. O dinheiro seria guardado para sua volta. Trabalhou vinte anos. Ao informar o desejo de voltar, ouviu: “Tenho uma proposta: dou-lhe o dinheiro ou três conselhos. Se escolher um, não tem o outro”. Conhecendo o patrão, escolheu os conselhos: nunca pegue um atalho, não obedeça a sua curiosidade e não tome decisão quando estiver irado. Ganhou três grandes pães, dois para a estrada e um para só comer em casa.
Ao retornar, soube de um atalho. Quase aceitou, mas e o conselho? Veio saber depois que era perigoso e muitos morriam ao viajarem por ali. Mais tarde, foi dormir numa pousada. Acordou com gritos e urros altos. Pensou em sair para ver, mas... De manhã soube que um homem tinha acessos de loucura e quem chegasse perto morria. Bem perto de casa, percebeu movimentos de sua esposa com outro na sala. Foi tomado de ira, pensou em matá-los, mas esperou. Dormiu e, pela manhã, bateu à porta. Foi recebido com alegria. Ele, friamente, disse-lhe que foi fiel e ela não. Ela o contestou e soube do que ele supostamente vira no dia anterior. Ouviu dela: “Assim que viajou, descobri a gravidez. É nosso filho, tem 20 anos, dorme no quarto”.
Foram lanchar. Ao partir o pão que o patrão lhe dera, viu o dinheiro dos 20 anos de trabalho. A fidelidade traz bênçãos que não imaginamos. Sobretudo bênçãos espirituais: “...aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo” - Filipenses 1.6.